Estamos protegidos da homofobia?

por Rogerio Sganzerla

A linguagem usada no cotidiano está implicitamente cheia de preconceitos e discriminações. Cita-se como exemplo a intolerância religiosa, discriminação racial, idosos, deficientes físicos, mulheres e homofobia. Este último, por várias razões sociológicas, é um dos que tem mais problemas na atualidade em termos de proteção legal. É como aquele candidato político inelegível que possui alta taxa de aprovação e alta taxa de rejeição: ninguém quer apoiá-lo e muito menos defendê-lo.

Apesar de estar sendo um pouco radical no exemplo citado, certo é que a homofobia caminha em passos (muito) lentos para uma proteção efetiva da população. Apesar dos diversos avanços na sociedade, é possível contar nos dedos os reais direitos que a população LGBT possui. Continuar lendo